Tudo o que você precisa saber sobre a prova de três tambores

Tudo sobre a prova de Três Tambores

A prova de três tambores é uma das favoritas de quem frequenta festas de peão, feiras e eventos sertanejos que têm competição esportiva. Trata-se de uma modalidade que exige velocidade e coordenação motora excepcional por parte do cavaleiro ou da amazona. Em resumo, a prova consiste em contornar três tambores dispostos na forma de triângulo no menor tempo possível. Tenha certeza: essa atividade pode ser mais complicada do que parece.

Como funciona a prova de três tambores

Saiba como funciona a prova do tambor conhecendo seu objetivo e as suas exigências.

Objetivo: para ser bem-sucedido nessa prova, o competidor deve contornar três tambores dispostos na arena formando um triângulo, com uma distância de cerca de 30 metros entre eles. É exigido que, antes da sua realização, o juiz de prova tire as medidas para ter a certeza de que os tambores estão dispostos corretamente.

Contagem do tempo: além de contornar os tambores com perfeição, é fundamental que o competidor fique atento ao tempo, para ser o mais rápido que puder. O cronômetro é acionado no momento em que o focinho do cavalo do competidor passa pela linha de partida.

Regras para contornar os tambores: a forma como os competidores irão contornar os tambores também é determinada pela regra. O primeiro tambor deve ser contornado com um giro de 360° da esquerda para a direita. Os dois últimos tambores também deverão ser contornados em 360°, contudo, da direita para a esquerda. Somente após ter contornado os três tambores o participante deverá se dirigir para a linha de chegada. Se o peão desejar, é possível solicitar para fazer ao contrário, contornando o primeiro tambor pela direita e os outros dois pela esquerda.

Escolhendo o primeiro tambor: o competidor pode escolher por qual tambor quer começar, contudo, o que forma a ponta do triângulo deverá necessariamente ser o último, uma vez que é a partir dele que se chega à linha de chegada.

Os tambores: para a realização dessa prova são necessários três tambores de duzentos litros, que devem estar vazios. O espaço entre os tambores deve ser respeitado.

Vestimenta: o competidor deverá estar com a vestimenta completa e correta para poder realizar a prova. A roupa adequada inclui calça, camisa de manga longa com os punhos devidamente abotoados, bota ou botina e chapéu.

 

Regras da prova de três tambores

Essa prova conta com um conjunto de regras que, quando não são cumpridas, geram penalizações, e, dependendo do caso, até mesmo a desclassificação do indivíduo.

Acréscimo de tempo: se o competidor derrubar um tambor durante a performance, terá 5 segundos adicionados ao seu tempo final.

Desclassificação por derrubar tambores: se o participante derrubar dois tambores, será desclassificado.

Queda do cavalo: cair do equino durante a apresentação gera desclassificação.

Maus-tratos ao cavalo: uma das regras mais importantes dessa competição é a desclassificação devido maus-tratos ao cavalo. Se for observado que o animal apresenta ferimentos de chicotes, esporas ou outros objetos o cavaleiro ou amazona será desclassificado.

Pesagem: não é somente antes das lutas de MMA que os competidores precisam se pesar! O mesmo acontece com cavaleiros e amazonas da prova do tambor. Os participantes devem ser pesados junto com a sela e a manta freio, tendo pelo menos 65 kg. A regra permite que sejam utilizadas mantas extras para chegar ao peso mínimo.

Formatos da prova de três tambores

Algo interessante sobre essa modalidade é o fato de que ela é realizada em formatos para homens, mulheres e crianças de todas as idades. Trata-se de uma das provas mais democráticas do universo country.

 

Curiosidades sobre a prova de três tambores

Nascimento da modalidade: a modalidade de três tambores nasceu no Texas, Estados Unidos.

Poder feminino: a prova de três tambores é a única modalidade country de que as mulheres podem participar, e elas fazem bonito. A primeira prova feminina de tambor aconteceu em 1948, organizada pela Girls Rodeo Association, que posteriormente passou a se chamar WPRA (Women’s Professional Rodeo Association). Dentre as amazonas de maior destaque nessa competição estão Caroline Rugulo e Fatiana Ferreira.

Cavalo de velocidade: é fundamental que os competidores da prova de tambor tenham velocidade para realizar o circuito no menor tempo possível e, por isso, uma das raças de equino mais escolhidas é o Quarto de Milha, cujo nome é uma referência às competições de corrida que eram realizadas com o animal.

 

Principais eventos com provas de três tambores

A nível mundial, as duas principais competições da prova do tambor são: Wrangler National Finals Rodeo, em Las Vegas, e Circuit Finals Rodeo, em Oklahoma City. No Brasil, a modalidade está presente no maior evento country, a Festa do Peão de Barretos. Outros eventos que realizam a prova são a Expo Londrina, Expobel, e outros.

 

Galeria de vídeos da prova de três tambores

Confira, a seguir, alguns vídeos de diferentes provas do tambor.

Festa do Peão de Barretos 2017 – Prova dos Três Tambores

Final de Três Tambores – Festa do Peão de Barbosa 2017

Final de Três Tambores – Festa do Peão de Barretos 2016

Final Prova de Três Tambores – Rodeio de Goiânia