Rodeio

Rodeio mirim: as modalidades para crianças

Saiba mais sobre o rodeio mirim
As modalidades de rodeio para as crianças – Crédito da Imagem: http://www.tribunapopular.com.br

Calça de vaqueiro, camisa xadrez, cinto com fivela e bota de couro em tamanhos menores a postos! Começou o rodeio mirim! Essa modalidade do rodeio é especial para as crianças que não conseguem conter o amor pelos eventos sertanejos e precisam participar de qualquer forma. Continue lendo o texto para saber mais sobre a participação das pequenas e dos pequenos nas festas de peão!

Não é só a composição de peças característica do country que as crianças precisam para competir. Toda segurança é pouca no caso de crianças. Por isso, acrescente na rouparia o capacete e o colete. Além disso, é preciso ter salva-vidas por perto, pois ele é um profissional que tem o trabalho de distrair o touro quando o peão/amazonas cai no chão.

Rancho do Peãozinho em Barretos

A Festa do Peão de Barretos, o maior evento do gênero na América Latina, criou em 1987, um circo com atrações infantis para que os pais pudessem levar os filhos. Desse modo, toda a família poderia aproveitar o evento da cidade interiorana de Barretos, no estado de São Paulo, sem problemas.

Com o desenvolvimento de melhorias para a festa, hoje em dia há o Parque do Peãozinho, um espaço especial com 35 mil m² que pode ser considerado uma versão mirim do “parque dos adultos”. O objetivo do espaço é a diversão para a educação.

Nesse local há uma arena, em que acontecem rodeios feitos em carneiros. Há o Barrentinho, similar ao espaço Berrantão, em que acontecem concursos para a escolha da mini rainha e da rainha do peãozinho.

Além disso, há grupos de dança, shows de cantores mirins e muito mais. Também há uma fazenda em tamanho menor, onde há uma estufa pequena, em que as crianças podem aprender a cuidar das plantas e um zoológico também em tamanho menor, em que eles desenvolvem a habilidade de tratar bem os animais.

Para finalizar, há a rádio do peãozinho, um espaço auditivo em que as pequenas e os pequenos podem interagir com o locutor.

Outras competições também possuem essa modalidade dedicada ás crianças, tais como a Exposição Agropecuária de Cacoal (Expoac).

Montaria em carneiros

Os primeiros passos dos pequenos peões e amazonas devem ser dados com cuidado e sempre aprendendo a ter respeito com os animais. Por isso, a Festa de Barretos é atenta às regras e o acompanhamento dessas provas durante o evento.

Crianças de 4 a 7 anos e com uma média de peso de 25 Kg (peso determinado por causa da capacidade do animal) podem participar da diversão. Para pensar na prova, é só repensar a competição original em tamanho menor. As crianças devem montar no carneiro e permanecer em cima do animal o máximo de tempo possível. A vencedora ou vencedor é aquele que fizer todo o trajeto da mini arena no menor tempo possível. A arena tem cerca de 30 metros.

O destaque de 2016 foi Leonardo Mendes de apenas 5 anos. Sem medo de animais, o pequeno usou com orgulho a fivela de campeão, um dos prêmios para os vencedores.

Para incentivar a prática, existem até estudos! Depois de anos na montaria o Rinaldo Silva, apelidado de Formiguinha, criou o Centro de Treinamento Formiguinha para Crianças. Esse local funciona desde 2010 como um tipo de escola de montaria para as crianças.

Prova dos Três tambores

Em alguns eventos sertanejos, a modalidade dos Três Tambores também pode ser praticada por crianças. Ellen Sayuri foi campeã dessa prova na Festa do Peão de Luiziânia 2016, no estado do Paraná.

Preocupação com os animais                                                                

Um estudo da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, apontou a influência que o relacionamento com qualquer tipo de animação de estimação (cachorro, gato, tartaruga, ramster) pode ter no desenvolvimento das crianças. Esse convívio com os animais pode trabalhar melhor a desenvoltura social e ainda contribuir para o bem-estar delas.

Um exemplo desse carinho dos pequenos e pequenas com os bichanos é um caso que ocorreu no Hospital Estadual da Criança (HEC) que iniciou um projeto de Terapia Assistida por Animais (TAA), em que as crianças convivem com os animais de estimação para ajudar no processo de recuperação.

O interesse pelo rodeio e o aprendizado desde cedo em lidar com os animais com respeito é um dos objetivos das provas mirins. Apesar dos carneiros e cavalos não serem animais de estimação, o convívio com eles também ajuda no desenvolvimento do cuidado com eles.

Para os adolescentes

Montaria em touro? Um momento! Mães, pais e responsáveis, atenção: é sempre essencial estar atento a classificação etária de cada prova. A prova de montaria em touro não pode ser feita por crianças. Geralmente é a partir dos 16 anos. Na maioria das vezes, o jovem adolescente que deseja participar da modalidade já está interessado em seguir carreira como peão. Então, essas competições servem como uma forma de treino.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *