Animais

Conheça os Erros Mais Comuns na Alimentação de Cavalo

Quais são os erros mais comuns na alimentação dos cavalos
Principais erros na alimentação dos cavalos

A alimentação dos equinos necessita do máximo de atenção dos criadores para evitar problemas como cólicas, anemia, diarreias, entre outros incômodos que podem comprometer o desempenho do animal. Porém, mesmo sendo de grande relevância, a alimentação dos equinos tem se mostrado comprometida em muitos pontos do país, devido a alguns erros recorrentes. Confira, a seguir, uma lista dos erros mais comuns na alimentação de cavalo e que podem comprometer a saúde do mesmo.

Lista dos Erros Mais Comuns na Alimentação de Cavalo

Exagerar na Quantidade de Grãos e Alimentos Doces

Os grãos e alimentos doces têm um papel essencial na alimentação dos cavalos, sendo uma fonte imprescindível de energia. No entanto, não pode exagerar na quantidade, pois se o animal consumir mais carboidratos solúveis do que realmente precisa poderá se tornar obeso. Outro ponto a ser considerado é que altas quantidades de grão de amido podem prejudicar a saúde do cavalo, acarretando em problemas como cólicas e laminite.

Forragem Inadequada

Você sabe o quanto a forragem e o feno são importantes para a boa nutrição dos cavalos? Saiba que não se trata de mera distração para o animal, o feno é uma das suas principais fontes de calorias. Sendo assim, é fácil entender porque um cavalo que tem à sua disposição apenas forragem e feno feios e velhos não consegue ganhar peso. A dica para que a alimentação seja adequada, é que a forragem escolhida conte com feno de capim de folhas. Essa pequena mudança é o suficiente para ajudar seu cavalo a se tornar mais forte.

Não Fornecer Água Fresca

Você sabia que um cavalo pode sobreviver perdendo completamente a sua gordura corporal e metade da sua reserva de proteínas, mas se perder apenas 15% da sua reserva de água pode chegar a óbito? Isso nos faz perceber o quanto é importante manter água fresca e em boa quantidade sempre à disposição do animal.

Durante a jornada de trabalho, o treinamento e até mesmo em processo de competição o animal precisa de reposição de água constantemente. Fique atento, ainda, ao fato de que a água não pode estar muito gelada (particularmente quando o animal está com o corpo muito quente) e nem deve beber muito rapidamente a água.

Não Oferecer Sal Para o Cavalo

Os cavalos necessitam de sal em seu organismo para que haja equilíbrio de líquidos, bem como para tornar o funcionamento do sistema digestivo mais efetivo. Ao consumir a quantidade de sal necessária, o cavalo evita o processo de desidratação, além de evitar a perda de massa muscular.

Equinos suam muito, especialmente durante o trabalho, e, por isso mesmo, precisam da reposição de cloreto e sódio (componentes do sal comum). Esses animais se sentem atraídos por sal naturalmente, de maneira que basta colocar um bloco de sal no pasto. Se você achar que algum animal pode ficar sem a dose de sal pode adicionar um bloco a cada baia. Saiba que oferecer esse alimento ajuda a evitar péssimos hábitos desses animais, como comer as próprias fezes.

Não Prestar Atenção à Indicação do Saco de Ração

O mercado de ração para cavalos está mais diversificado, oferecendo opções para diferentes tipos de animais. Observando com atenção você perceberá que nas embalagens está indicado para que tipo de animal cada variedade se destina. Tem rações para cavalos jovens, adultos, égua em cria, idosos e, até mesmo, específicas para cada tipo de trabalho.

Escolher o tipo de ração adequado para os cavalos que você tem na sua propriedade é essencial, pois cada formulação é desenvolvida levando em consideração as necessidades nutricionais de cada grupo de animais.

Foco na Quantidade e Não na Qualidade Nutricional

É muito comum usar a quantidade como medida, contudo, quando se trata da alimentação de cavalos, é importante ter cuidado. Não se deve definir o quanto o animal irá comer de olho na quantidade de alimentos e sim na densidade nutricional dos mesmos. Se você utiliza baldes de medidas universais para alimentar os seus equinos, saiba que pode estar errando na dose de comida.

Vale dizer que mesmo alimentos doces podem variar em volume e densidade de uma marca para outra. A melhor forma de evitar esse tipo de problema é fazer uma apurada análise nutricional do alimento dos seus equinos para determinar a quantia correta. Manter as mesmas marcas também pode ser uma ótima atitude.

Sobrecarga Nutricional com Vitaminas e Afins

Muitos criadores acreditam estar fazendo o melhor para os seus cavalos turbinando as suas refeições com vitaminas ou suplementos. No entanto, antes de tomar essa atitude, é importante fazer um cálculo de nutrientes que estão sendo oferecidos para o cavalo através da ração convencional.

No caso de perceber que pode acontecer um desequilíbrio ou sobrecarga de nutrientes com essa adição, procure um médico veterinário que avalie o caso específico do seu equino. Nutrientes em excesso podem ser tão prejudiciais quanto nutrientes em escassez.

Identificou algum erro que você comete na alimentação dos seus cavalos? Sempre é tempo de corrigir essas falhas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *