Curiosidades

Conheça a história de John Wayne

Conheça a história do grande ator John Wayne
John Wayne, grande ator de filme western – Crédito da Imagem: http://br.jetss.com/

Com mais de 50 anos de carreira, o lendário John Wayne é nome obrigatório quando o assunto é filme western. Hoje vamos contar um pouco da vida, carreira e morte desse ícone do cinema. Continue lendo para conferir!

Os primeiros anos de vida

O nome verdadeiro de John Wayne era Marion Robert Morrison e ele nasceu em 26 de maior de 1907 na cidade de Winterset, no estado de Iowa, no Condado de Madison, nos Estados Unidos. Seus pais eram Mary Alberta e o farmacêutico Clyde Leonard Morrison e seu irmão era mais novo e tinha o nome de Robert E. Morrison. Seus ancestrais eram ingleses e irlandeses.

Devido a um problema pulmonar do John, a família toda teve que se mudar de Iowa para sul da Califórnia, que tem um clima mais quente. Lá, a família tentou manter um rancho, porém não deu certo.

Então, eles se mudaram para a cidade de Glendale, no Condado de Los Angeles, no estado da Califórnia, nos Estados Unidos. Lá, o pequeno John entregava remédios para o seu pai e vendia jornais. Ele também tinha um cachorro chamado Duke, de onde veio seu apelido.

O futuro ator se saia bem na escola e no futebol. Em 1925, ele conseguiu uma bolsa de estudos em USC por causa do futebol.

A ponte para o estrelato

Então, o ator Tom Mix (1880 – 1940) deu ao John um emprego para o verão em um set de filmagens. Durante o período, ele ficou mais próximo do diretor John Ford (1894 – 1973). A partir daí ele conseguiu uma chance de trabalhar em Hollywood.

Sua primeira participação foi no filme “Homens Sem Mulheres” (Men Without Women) de 1930, dirigido por John Ford. Também em 1930 também fez o faroeste “A Grande Jornada” (The Big Trail), dirigido por Raoul Walsh. Após esse longa-metragem, John Wayne passou a fazer pequenas participações em filmes de velho oeste.

Nasce uma estrela

O diretor John Ford o escalou para o elenco de “No Tempo das Diligências” (Stagecoach) de 1939 no papel de Ringo Kid. Foi nesse momento que a carreira dele subiu como um meteoro. A película ganhou 7 indicações ao Oscar e levou 2 prêmios!

Devido ao grande sucesso da parceria John Wayne e John Ford, os dois continuaram a fazer filmes do velho oeste. E a lista é longa: são 22 filmes no total. São clássicos como “Sangue de Heróis” (Fort Apache) de 1948, “O Céu Mandou Alguém” (Three Godfathers) também de 1848, “Legião Invencível” (She Wore a Yellow Ribbon) de 1949, “Rio Bravo” (Rio Grande) de 1950, “O Homem que Matou o Facínora” (The Man Who Shot Liberty Valance) de 1952, “A Desaparecida” (The Searchers) de 1956, “Marcha de Heróis” (The Horse Soldiers) de 1959 e muito mais.

Ainda houve outros diretores com quem John trabalhou e fez muito sucesso. O filme “Rio Vermelho” (Rede River) de 1948, dirigido por Howard Hawks (1896 – 1977) é um deles. O artista ainda trabalhou com nomes como Mark Rydell e John Farrow.

Em 1969, John trabalhou junto com o diretor Henry Hathaway (1898 – 1985) em “Bravura Indômita” (True Grit) e levou o Oscar de melhor ator para casa.

John como diretor

O ator também ousou e arriscou na direção de filmes. Em 1960, ele dirigiu “Álamo” (The Alamo). Em 1968 ele tentou a sorte novamente com “Os Boinas Verdes” (The Green Berets), porém essa película recebeu muitas críticas negativas por ser a favor da Guerra do Vietnã, que ocorreu em 1955 e 1975.

Vida pessoal

No total o ator se casou 3 vezes e teve 6 filhos. Primeiro, Wayne se casou em 1932 com Josephine Saenz com quem teve 4 filhos. Porém se separou dela e se casou novamente em 1946 com Esperanza Baur, uma atriz mexicana. Após 7 anos de relacionamento, separou-se novamente. Então, por último, casou com Pilar Palette. Os dois tiveram 2 filhos.

Morte

John Wayne nunca escondeu o gosto por cigarro. Fumante desde jovem, foi diagnosticado com câncer de pulmão em 1964. Como tentativa de cura, ele passou por um procedimento médico que removeu 100% do pulmão esquerdo e 4 costelas. E deu certo! Depois disso, Wayne anunciou os acontecimentos de saúde da sua vida para imprensa e recomendou que todos fizessem exames preventivos regularmente.

Porém, 5 anos depois, o ator voltou a fumar e a mascar tabaco. E em 11 de junho de 1979, John Wayne morreu com 72 anos de idade. A causa foi outro câncer, dessa vez de estômago.

Seu último filme foi “O Último Pistoleiro” (The Shootist) de 1976, dirigido por Don Siegel (1912 – 1991). O legado do artista para o cinema internacional e para o gênero western jamais será esquecido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *