Curiosidades

Tatuagens Country – Curiosidades e Desenhos utilizados

tatuagem-country
Conheça os tipos de tatuagens country que tem conquistado os amantes do mundo do rodeio

A tatuagem é uma das artes mais antigas na história da humanidade. Por muitos anos, tinham valor simbólico de defesas místicas ou ritos de passagem. Quem resolve marcar a pele, hoje, carrega consigo histórias e significados – sejam eles pessoais ou não.

Os amantes da moda country não tiram isso da cabeça e, muito menos, do corpo. Que tal inspirações e curiosidades dos desenhos utilizados nas tatuagens? A gente mostra pra vocês:

Cavalos

Os primeiros animais a serem domesticados pelo homem também estão inseridos em culturas, folclore e lendas populares. Nos tempos pré-históricos, os cavalos simbolizavam força, velocidade e resistência, pintados em cavernas e santuários. Atualmente, representam liberdade, beleza e respeito, já que são figuras de poder, nobreza, força, luta, coragem e trabalho.

Uma tatuagem bastante popular é a do mítico Pegasus, o cavalo alado de Zeus. De origem da Grécia Antiga – que cultuava deuses para explicar fenômenos da natureza -, o animal transmite imaginação e imortalidade. Apesar da origem grega, a palavra vem do latim e significa cavalo voador.

Para quem tem fé

A imagem de Nossa Senhora Aparecida (padroeira do Brasil), bem como o nome de Jesus Cristo ou mesma a pomba branca da paz estão entre as tattoos mais pedidas pelos cowboys brasileiros. Representar tais figuras ou nomes na pele é uma das formas de demonstrar a fé que esse valentes cavaleiros encontram, sem a necessidade de nem mesmo falar.

As tatuagens religiosas, inclusive, são algumas das preferidas em todo o mundo, já que trazem temas que, independentemente da religião, inspiram a paz, a boa convivência e o respeito entre as pessoas. No mundo country, não seria diferente.

Índio americano

É muito comum também vermos o retrato de um índio ou uma índia norte-americanos no corpo de quem se interessa pela cultura country. É uma demonstração de profundo respeito com os povos que viveram na América antes da chegada dos brancos, bem como um sinal de força, já que, segundo uma antiga lenda indígena, tatuar no corpo a imagem de outra pessoa ou um animal faz com que a pessoa adquira sua força.

Os animais também eram muito cultuados pelos indígenas do norte, principalmente os lobos. Os penachos e os chamados “filtros dos sonhos” também têm a mesmo raiz entre os índios. Infelizmente, poucos representantes desse povo foram salvos do extermínio na época da colonização, mas a geração atual busca sempre prestar homenagens – e a tatuagem é uma das mais significativas delas.

Tião Carreiro

O mineiro José Dias Nunes, ou Tião Carreiro (como ficou conhecido no Brasil) foi um cantor e instrumentista de música sertaneja de raiz que influenciou muitas duplas com o seu estilo único e incomparável, e por isso é o motivo de várias tatuagens entre os vaqueiros. Tião Carreiro foi o precursor do pagode (não o pagode comercial puxado ao samba, mas um ritmo ousado para a época, com base na viola e em seu ponteado).

As letras de suas músicas, com um ritmo sempre forte, contemplam a vida na roça e as lutas (e sossegos) do caipira, e trazem muito do ideal country brasileiro.

Ferradura para dar sorte

O uso das ferraduras como talismãs protetores – ou para dar sorte – se originou na Europa, mais precisamente na Grécia Antiga. Para esse povo, o ferro utilizado no objeto era o mais poderoso dos elementos, que os protegia de todo o mal e, por isso, simbolizava um amuleto para atrair energia positiva.

Adaptar a peça aos dias modernos, ainda mais para um grupo que não vive sem uma boa montaria, foi quase natural. As ferraduras estão presentes na pele de homens e mulheres, que, como os antigos, têm certeza de que estão mais protegidos contra qualquer tipo de mal.

Western

Também chamado de estilo “velho-oeste”, as tatuagens trazem temas dos Estados Unidos nos séculos XVIII e XIX, quando o país ainda estava em fase de povoar grande parte de seu extenso território – e os cowboys foram alguns dos grandes responsáveis por isso. O “wild west” até hoje é reverenciado em filmes, músicas, livros, obras de arte e, claro, tatuagens dos mais variados tipo – das fivelas à estrela do xerife.

Pena

Os índios (eles novamente) usavam as penas para cobrir o corpo de acordo com a hierarquia da tribo. De uma maneira geral, quem opta por esse tipo de desenho em suas tatuagens busca representar um lado espiritual, ou sua herança indígena (seja de sangue, ou como uma homenagem simbólica), algo muito presente entre a “tribo” country. Alguns sentidos que representam ter essa tatuagem são leveza, espírito alto, sonhos, levitação, pureza,, liberdade e viagem – tudo o que um bom cowboy busca em suas montarias.

Acessórios cowboy & cowgirl

Esporas, cordas, laços, facas, canivetes, botas, chapéus e muitos outros elementos da vida country também são tema de tattoos especiais, tanto para homens como para mulheres. Mesmo sendo meros objetos, esse itens já são considerados símbolos de toda a cultura que essa galera representa. Ter na pele algum dos instrumentos que dão sentido à sua vida é motivo de muito orgulho – além de ficar bem estiloso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *