Começando uma plantação de feijão

Para quem deseja investir em um segmento rural bem consolidado no mercado, a dica é iniciar uma plantação de feijão, item que tem grande potencial para se manter em alta pelos próximos anos. Continue lendo e descubra como realizar esse plantio com assertividade. 

Dicas de como iniciar uma plantação de feijão

O plantio de feijão é realizado desde a antiguidade e sempre foi um grão que se destacou pelas variedades de cores, formas e tamanhos. Os tipos de feijão mais consumidos no mundo são o feijão-preto, feijão-carioca e feijão-branco. Contudo, não é difícil encontrar também o feijão-rosinha, vermelho e rajado. O que se consume das plantas de feijão é na verdade as suas sementes. Vamos começar a conferir as dicas de como plantar feijão?

1 – Clima ideal 

A faixa de temperatura ideal para o cultivo do feijoeiro é entre 15°C e 30°C. Não é recomendado seu plantio em regiões com frio rigoroso como no sul do Brasil. A planta é muito sensível a temperaturas demasiadamente baixas e a geadas. 

2 – Solo indicado

O solo ideal para o feijoeiro é aquele fértil, enriquecido com matéria orgânica, com boa drenagem e elementos fertilizantes. Não é necessário que seja um solo muito profundo. Em relação as suas características, recomendamos os solos leves, permeáveis e arenosos. Lembre-se: o feijoeiro é uma planta muito exigente. 

3 – Limpeza e correção do solo

É fundamental que antes de iniciar a plantação de feijão, você realize a limpeza do solo. Dê uma atenção especial à remoção das plantas invasoras e ervas daninhas que prejudicam o crescimento do feijoeiro. O grande problema é que essas plantas ‘roubam’ os nutrientes e os recursos que o feijão precisa para se desenvolver, em particular durante o primeiro mês. 

A acidez do solo é um quesito essencial para que o grão possa se desenvolver com saúde. O mais indicado é usar solos com pH neutro (que fique entre 6,5 e 7). Nos casos em que se identificar que o solo está muito ácido é crucial fazer a correção, usando o procedimento de calagem pelo menos um mês antes de iniciar o cultivo.

4 – Atenção à luminosidade 

Na hora de escolher o local para o plantio de feijão, é recomendado atentar para a luminosidade que irá incidir sobre a planta. Essa planta demanda muita luz solar direta, contudo, não deve ficar exposta a níveis muito elevados de radiação solar. Uma dica para quem está numa região de muito sol é cultivar plantas mais altas, como o milho como um recurso para fazer sombra.

5 – Atenção à escolha da semente

O tipo de semente de feijão escolhida para cultivo determinará o espaço indicado para a plantação. Para evitar problemas relativos à saúde das sementes de feijão, como antracnose e podridão bacteriana, é essencial comprar sementes que tenham certificação de inspeção por especialistas. Não utilize sementes da sua própria lavoura, pois isso poderá espalhar moléstias das sementes. 

6 – Processo de plantio

Escolhido o local para realizar o plantio, chega o momento de preparo do solo para o recebimento dos grãos. Inicie cavando buracos que tenham profundidade entre 3 e 7 centímetros. Faça o depósito das sementes diretamente nas covas.

Não é necessário um espaçamento muito grande entre os feijoeiros, geralmente as mudas se adequam bem com espaçamentos entre 7 e 10 centímetros entre si e de 40 a 60 centímetros entre as linhas do plantio. Alertamos que as medidas podem mudar, como em culturas que têm irrigação e demandam um espaçamento de 70 centímetros entre as linhas, bem como 10 centímetros entre as mudas. 

7 – Tutor é essencial

O feijoeiro necessita de um tutor que nada mais é do que uma espécie que funciona como seu suporte. Além de facilitar o processo de colheita, o tutor, também contribui para o crescimento da planta. 

8 – Irrigação da plantação de feijão

A irrigação é fundamental para o desenvolvimento de uma plantação de feijão, especialmente, nos casos de regiões muito quentes e secas. O solo deve ser mantido úmido, porém, jamais pode ficar demasiado encharcado, isso pode fazer com que a planta não consiga se desenvolver assertivamente. 

Nas regiões com um volume de chuvas considerável, é possível suspender a irrigação por algum tempo. Tenha atenção redobrada ao acúmulo de água no solo para o caso de não ter boa drenagem. 

9 – Adubação do feijoeiro

A adubação do feijoeiro é imprescindível até o momento do seu florescimento, no entanto, não esqueça de fornecer ao solo elementos como potássio, nitrogênio, magnésio, zinco, fósforo e enxofre. Apesar do fato de que o feijão pode fixar o nitrogênio do ar é interessante usar adubos nitrogenados químicos ou então cultivar uma batata junto ao grão. 

Gostou de saber como iniciar uma plantação de feijão? Deixe seus comentários!