As raças de cavalos mais conhecidas do Mundo

Os criadores de equinos devem ter conhecimento a respeito das raças de cavalos para encontrar os que estejam mais alinhados a atender as necessidades impostas por seus objetivos. Embora todos esses animais pertençam à espécie Equus caballus, estão subdivididos em raças cujas características os tornam bastantes diferentes entre si. Continue lendo para conhecer mais detalhes sobre algumas das principais raças e encontrar aquela ideal para a sua criação.

Conheça as Principais Raças de Cavalos do Mundo

Os cavalos são animais que, além de destreza, beleza e muita personalidade, chamam a atenção dos criadores por algumas características bem particulares, de acordo com a raça a que pertencem.

Raça: Árabe

Principais usos: Corridas, lida do gado, sela, saltos de obstáculos e apresentações.

Altura: Entre 1,47 e 1,57 metros

Acredita-se que a raça de cavalos Árabe seja a mais antiga do mundo, a que deu origem a todas as outras. Para se ter uma ideia foram encontrados registros de um cavalo dessa raça dentro da tumba de um faraó do Egito que ao que tudo indica viveu no século 20 a.C. Os primeiros indivíduos dessa raça eram bastante rústicos e foram sendo domesticados pelos beduínos na região da Península Árabe. Personalidades como o conquistador Alexandre, o Grande e Napoleão Bonaparte montaram cavalos árabes.

Raça: Puro Sangue Inglês

Principais usos: Prática esportivas, corridas planas e sela.

Altura: Entre 1,62 e 1,67 metros

Quando o assunto é cavalo de corrida é impossível não pensar na raça Puro Sangue Inglês (PSI) de origem é inglesa, como o nome denota, e que se originou da importação de cavalos árabes. É a raça mais cara do mundo: o garanhão Cigar foi vendido por 4 milhões de dólares, com o registro de maior negociação desse tipo. Possui excelente porte físico e vigor.

Raça: Quarto de Milha

Principais usos: Corridas, provas de salto com obstáculos, sela e lida com o gado.

Altura: Entre 1,52 e 1,62 metros

Reconhecido como um dos cavalos mais velozes do mundo, o Quarto de Milha tem sua origem a partir de equinos mustangues selvagens que foram levados para a América do Norte pelos colonizadores espanhóis perto do fim do século 18. O poder de arrancada desse cavalo, que se deve ao seu bom porte físico, é o que lhe garante a vantagem nas provas competitivas.

Raça: Percheron

Principais usos: Tração, desfiles de comemoração, sela e competições de carruagem.

Altura: Entre 1,5 e 1,8 metros

O nome dessa raça vem da região de onde é originário, Le Perche, na França. Tem porte bastante vigoroso, sendo uma das raças com altura mais destacada. Apesar da altura e do porte físico, é um animal fácil de adestrar. Existem duas versões dessa raça: a Trait, que é mais forte e maior, e a Postier.

Raça: Appaloosa

Principais usos: Sela e prática esportiva.

Altura: Entre 1,47 e 1,57 metros

Essa raça de cavalo é originária da América do Norte e foi desenvolvida por índios nez percé. O nome da raça se deve ao fato de que os índios habitavam terras que eram cortadas pelo rio Palouse, na região noroeste do país. Uma das características mais destacadas dos equinos dessa raça é o corpo coberto de manchas e pintas.

Raça: Andaluz

Principais usos: Touradas, apresentações, sela e adestramento.

Altura: Média de 1,57 metros

Trata-se de um cavalo cuja origem está na Península Ibérica. Em Portugal, a raça é conhecida como Puro Sangue Lusitano, enquanto que na Espanha recebe o nome de Raça Pura Espanhola. Uma curiosidade é que esse é o cavalo de sela mais antigo da civilização ocidental, no entanto, não se destaca por seu porte físico ou por sua velocidade.

Raça: Lusitano

Principais usos: Touradas, selas, apresentações e adestramento.

Altura: Entre 1,52 e 1,62 metros

Um cavalo bastante ágil e robusto, o Lusitano é o favorito dos portugueses para touradas. Essa raça guarda muitas semelhanças com o cavalo Andaluz e se tornou mais popular nos últimos anos entre os criadores de equinos.

Raça: Mangalarga

Principais usos: Enduros, passeios, prática esportiva, lida com o gado.

Altura: Média de 1,55 metros

Uma das principais raças de cavalos do Brasil, o Mangalarga tem descendência dos cavalos da raça Alter, que chegaram em nosso país no começo do século 19, e de éguas de origem ibérica. Trata-se de um dos cavalos mais populares por aqui.

Raça: Campolina

Principais usos: Enduros, passeios, tração.

Mais uma raça de cavalo com grande destaque no Brasil, o seu nome é uma homenagem a Cassiano Antônio da Silva Campolina, o criador desses equinos, que iniciou seu trabalho em Minas Gerais e foi muito bem-sucedido. Cavalos dessa raça se tornam bastantes resistentes com o passar do tempo e podem contribuir para o trabalho nas fazendas.

Gostou de conhecer um pouco mais sobre as principais raças de cavalos do mundo?