Cuidados Especiais Para Fazendas no Verão

Quem está procurando por dicas para manter a produtividade da fazenda em pleno verãoveio ao lugar certo. A estação mais quente do ano pode significar perdas razoáveis para fazendeiros, tanto para os que apostam em plantações como para os que estão no segmento pecuário. Vamos às dicas?

Como manter a produtividade no verão

As temperaturas mais altas do verão podem acarretar em problemas como queima de folhas, morte prematura de plantas saudáveis, crescimento menor em animais de corte, redução de líquidos e sais minerais essenciais para a produção de leite e até mesmo perda de qualidade no sêmen dos animais reprodutores e dificuldade de fecundação das fêmeas. Manter cuidados durante o verão é fundamental para que as plantações e os animais mantenham seu bom desempenho, confira a seguir!

Dicas de cuidados especiais com as plantações

Conheça as necessidades da sua plantação

Cada planta possui suas próprias demandas, em especial no que diz respeito à quantidade de exposição solar adequada durante seu desenvolvimento. Sendo assim antes de iniciar a sua plantação faça uma pesquisa completa e verifique se as condições do terreno da sua fazenda são compatíveis. É possível realizar o cultivo numa área que permaneça mais tempo na sombra, por exemplo.

Lembre-se também que há variação da intensidade da luz solar nas diferentes estações do ano, isso pode afetar as plantações que necessitam de incidência de luz solar direta. Mesmo esses cultivares podem acabar sendo castigados com mais sol do que precisam tendo suas folhas queimadas e incidência de mortes prematuras.

Irrigação

Pode ser necessário aumentar o regime de irrigações durante o verão em especial num momento em que nosso país tem registrado temperaturas máximas recordes e com redução das chuvas. Estudar as mudanças climáticas na região da sua fazenda é essencial para que elas não se tornem um empecilho para a evolução do seu negócio agrícola.

Dicas de cuidados especiais com os animais

Estrutura de oferta de água

A estrutura de fornecimento de água fresca e limpa para os animais deve ser desenvolvida com antecedência para que eles possam se familiarizar com o local em que os bebedouros serão instalados. Os bebedouros devem oferecer fácil acesso para todos os animais e serem feitos de materiais que contribuam para a manutenção de temperaturas frescas, o concreto é uma boa alternativa.

Crie espaços de sombras

Uma das principais dicas para quem está iniciando uma fazenda de criação de animais é pensar que durante os dias mais quentes eles precisam ter lugares de sombra para se abrigar. A opção mais ‘natural’ para criar sombras para os animais são as árvores com copas generosas. Além das folhas resfriarem o ambiente naturalmente há a sombra da copa.

Se a sua fazenda não tem árvores é possível optar pela construção de abrigos, nesses casos prefira situá-los nos pontos mais altos em que há mais vento. Para a proteção efetivamente dita é possível utilizar materiais como telhas galvanizadas, tela sombrite e madeira. A altura mínima para esse tipo de abrigo é de 3,5 metros, não deve ter laterais e a orientação deve ser no eixo leste-oeste.

Observe ainda o tamanho do abrigo para evitar que os animais se aglomerem em espaços pequenos. Outras alternativas são o resfriamento evaporativo com névoas de água e ventilação natural.

Manipulação dos rebanhos nas horas mais frescas

Durante o verão é ideal deixar para realizar procedimentos de manipulação do rebanho como a ordenha nas horas mais frescas, pois nos momentos de pico do sol é possível causar um aumento de temperatura corporal de 0,5°C a 3,5°C reduzindo significativamente a produtividade. Para se ter uma ideia atrasar um pouco a ordenha ou deixá-la para mais perto da noite pode acarretar num aumento de até 1,5 litros de leite de cada vaca diariamente.

Estratégias para o transporte dos animais em dias quentes

Se não houver outra opção além de transportar os animais em dias quentes a dica é traçar um plano em que estejam previstas paradas em sombras e para o fornecimento de água. O itinerário deve ser realizado nas horas mais frescas do dia e nas paradas para descanso se deve ter o cuidado de não ficar muito tempo para não criar armazenamento de calor.

Atenção ao estresse térmico

O calor excessivo pode acarretar no que é chamado de estresse térmico, momentos em que os animais apresentam aumento de salivação, respiração acelerada, perda de apetite, letargia e até mesmo perda de consciência. Na lista dos animais mais suscetíveis a esse tipo de estresse estão vacas lactantes, bovinos de cor escura, animais jovens, idosos ou doentes.

Ao identificar os sintomas citados acima a dica é conduzir os animais para um local de sombra com água limpa e fresca, mas que deve ser consumida devagar. Para resfriar o corpo dos animais com mais rapidez a dica é usar toalhas umedecidas e ventiladores. No caso do animal não apresentar melhora desses sinais é imprescindível chamar o veterinário.

Gostou dessas dicas de como manter a sua fazenda produtiva no verão? Deixe o seu comentário!