As vantagens da criação de codornas

As vantagens da criação de codornas

Cada vez mais produtores rurais têm investido na criação de codornas, seja para a produção de ovos ou carne. Essa estratégia de criação pode ser uma oportunidade de seguir um novo rumo mercadológico e, dessa forma, conquistar uma posição sólida e lucrativa. Antes de embarcar nessa oportunidade é essencial entender como funciona esse tipo de criação para ter a seu dispor toda a estrutura necessária.

Criação de codornas – tudo o que você precisa saber

Saber criar codornas pode ser o que estava faltando para tornar a sua fazenda mais lucrativa e alinhada com as tendências do mercado. Os restaurantes de comida a quilo, assim como os mais sofisticados, já apostam em opções gastronômicas com ovos e carne de codorna. Indivíduos preocupados com a saúde têm buscado alternativas mais saudáveis, e os de codorna contam com proteínas e vitaminas como a B1 e B2, além de ferro, cálcio e fósforo.

Conhecendo as codornas

Codornas são aves muito semelhantes a galinhas, mas em proporções menores. As aves que têm como finalidade a postura de ovos apresentam corpo com tonalidade marrom e aspecto camuflado, e seu peso varia entre 120 e 130 gramas. É uma ave bastante produtiva e de manejo fácil: basta lhe oferecer um ambiente limpo para que não desenvolva doenças.

Números

É possível identificar a criação de codornas como uma oportunidade no mercado apenas observando alguns números como o de que, anualmente, há o aumento de cerca de 13% de aves alojadas, assim como também cresceu para 18% o número de postura de ovos.

Poucos recursos

Uma das principais vantagens de criação dessas aves é a baixa demanda de investimentos e de áreas para a criação. Os produtores podem iniciar a sua criação em pequenos espaços dentro de sítios, chácaras ou fazendas.

Iniciando a criação de codornas

O primeiro passo para dar início à sua criação é averiguar se em sua região existe mercado comprador para os ovos ou carne de codorna. Quem está debutando na atividade deve buscar conhecimento por meio de cursos e treinamentos, pois, mesmo sendo uma criação de manejo relativamente simples, depende de boas condições para que as aves cresçam e se tornem produtivas.

Investimento

O investimento necessário iniciar uma criação de codornas gira em torno de R$ 7,00 a R$ 18,00 por ave alojada, porém, é claro que isso depende do sistema adotado, que pode ser convencional ou automatizado, e também se o criador é o responsável por produzir as suas próprias pintainhas (as codorninhas de apenas um dia de vida).

Espaço para criação das aves

O viveiro para codornas deve estar numa área da propriedade que tenha boa ventilação, mas onde não haja as temidas correntes de ar. Outro cuidado é ter um sistema de iluminação que funcione por um período de 14 a 16 horas por dia, mas sem que haja incidência de luz solar diretamente sobre as aves.

A temperatura considerada ideal é entre 24°C e 27°C. A umidade relativa do ar deve ficar em torno de 60% para as aves que estão na fase adulta e em plena produção. No local das gaiolas das aves recomenda-se a instalação de cortinas verdes ou azuis.

Alimentação das aves

A escolha do tipo de alimentação depende da finalidade da criação — produção de ovos ou carne. De maneira geral, as dietas são elaboradas observando as fases de cria, e existem rações específicas para a fase inicial, a fase de crescimento e a fase de postura dos ovos.

Gaiolas

As gaiolas das codornas devem ser feitas de arame galvanizado com tamanho de 30 x 30 x 30 cm e devem estar à altura entre 12 e 15 centímetros. Podem ser armazenadas na forma de pirâmide ou de bateria (uma sobre a outra). É bem fácil encontrar essas gaiolas em lojas de produtos agropecuários, assim como os bebedouros e comedouros, que são do tipo nipple. Observe que as gaiolas devem contar com declive em que seja possível deslizar a bandeja dos ovos, assim como evitar o contato dos pés das aves com as fezes.

Reprodução das aves

O período de reprodução das fêmeas tem início entre 35 e 42 dias de vida, já o dos machos acontece entre 75 e 90 dias. Uma dica dos especialistas é dar preferência para os ovos colocados após os primeiros 42 dias de vida da fêmea, para que tenham a chance de ter mais de 11 gramas.

Gostou de saber mais sobre o processo de criação de codornas? Deixe o seu comentário!