10 dicas para cuidar da baia dos cavalos

Cuidando da baia dos cavalos
Saiba como cuidar da baia dos cavalos – Crédito da Imagem: http://equitacaoespecial.blogspot.com.br

Hoje vamos falar da baia do cavalo, que é considerado por muitos como o mais querido do mundo country. Basta observar quadros, adesivos e outros artigos de decoração sertaneja que mostram o animal. Símbolos como a ferradura também são comuns. Além disso, o equino também é tema de roupas. Também é fácil de encontrar o cavalo como protagonista em filmes e até mesmo em livros, como já falamos por aqui.

Um animal tão especial merece cuidados mais do que especiais. Por isso, a baia é um local que deve ser bem planejada, afinal, ela será considerada como uma casa para o cavalo. E para ajudar você nessa missão, vamos listar 10 dicas de como cuidar da baia dos cavalos. Confira!

1.  Planejar é preciso

O passo inicial é o planejamento. Um profissional como o zooctenista pode ajudar você nessa tarefa. Ele deve planejar o espaço e indicar todas as regras e condições que o mesmo deve seguir. Depois disso, chame um engenheiro para contribuir com as medidas corretas. Por fim, tenha um profissional de qualidade para executar a obra. Nunca se esqueça de que a aparência é importante, mas não é essencial.

2.  O tamanho mais confortável para o equino

Anote aí: o espaço nunca é grande demais para um cavalo. Ele é um animal grande que necessita ter um espaço descente para descansar e se movimentar caso seja preciso. É essencial que você se lembre de que se usar medidas abaixo do recomendado pode acabar com a saúde mental e física do equino. Além disso, o cocho será guardado na baia. Mais tarde falaremos disso. De qualquer forma, considere que a baia deve ter 16 m² de área total

3.  Sugestões para armazenamento do cocho

Como falamos acima, além do cavalo será preciso guardar o cocho na baia. O cocho é a quantidade de comida e água necessária para o cavalo e a égua. Basicamente, é uma pilha de alimentos, só que organizada cuidadosamente. O cocho deve ter cerca de 30 a 60 cm acima do chão e a profundidade de 20 cm. Para não errar, consulte um zooctenista ou um médico veterinário  para ajudar você nessa organização.

4.  Água limpa a todo o momento

A água é importante para qualquer ser vivo do planeta terra, portanto, não poderia ser diferente para o cavalo. Um cavalo pode beber até 50 litros por dia! Não pode faltar água para ele, não é mesmo? É importante que ela seja trocada constantemente e que sempre esteja em boas condições.

5.  Piso ideal

Existe mais de um tipo de piso possível de ser instalado na baia do cavalo. É essencial que o piso seja agradável para as pernas do animal, pois isso pode ajudar a diminuir a tensão nos pés e tendões, causada pelas constantes horas de pé. Também é importante que o piso seja seco e retenha odores. Além disso, também deve ser antiderrapante para que o cavalo se deite sossegadamente quando ele desejar.

O piso da baia do seu cavalo ou égua pode ser de:

  • Brita e bridim;
  • Carvão vegetal;
  • Borracha;
  • Plástico;
  • Piso natural;
  • Cimento e concreto coberto com materiais de serragem ou maravalha (apara de madeira);
  • Outros materiais sintéticos.

6.  Limpeza diária

A higiene é um dos fatores protagonistas para que o cavalo ou a égua tenha conforto físico e mental na baia. Crie uma rotina em que o piso e o cocho possam ser limpos no dia a dia.

7.  Ventilação adequada

A ventilação correta é um ponto extremamente importante para a manutenção do bem-estar do animal. Dentro da baia, o ar deve circular uniformemente. Considere seriamente instalar um exaustor, caso o espaço tenha telhas de fibrocimento, uma mistura de cimento com fibras de amianto, que deixa o local muito quente.

8.  Porta

Parece um assunto que não devemos dar importância, porém não se engane. A porta deve ser dividida em duas partes formando a porta inferior e a superior. O motivo é simples: a porta de abertura superior pode proporcionar o contato com o ambiente e outros animais que o cavalo gosta e precisa.

9.  Claraboia

A claraboia é uma abertura no alto dos espaços, cômodos, casas ou edifícios que deixa que a luz entre no ambiente. Dependendo de como a claraboia foi construída também pode permitir a circulação de ar. Incluir uma claraboia no projeto da baia é um upgrade interessante que aumenta a iluminação do espaço. Não se preocupe com a energia elétrica para a noite, pois o cavalo tem excelente visão noturna. A instalação elétrica pode ser feita para que você consiga circular pela baia à noite, se preciso

10.  O conjunto de ações

Não adianta fazer a “baia modelo” e não cuidar dos outros fatores que contribuem para que o cavalo tenha uma vida saudável. Não se esqueça de que os equinos machos, fêmeas e potros precisam de alimentação adequada, prática regular de exercícios e receber visitas constantes do médico veterinário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *