Principais Cuidados na Criação do Gado de Corte

Quais os cuidados na criação do gado de corte?
Conheça os cuidados na criação do gado de corte – Crédito da Imagem: http://www.fortsal.com.br

A criação de gado de corte é uma das atividades do setor agropecuário que se mostra com mais potencial lucrativo. No entanto, para se estabelecer entre os principais criadores desse tipo de gado é essencial ter alguns cuidados, que vão desde nutrição adequada até a manutenção de pastos amplos com recursos hídricos, clima favorável, entre outros.

Além de conhecer esses cuidados, o interessado deve compreender que precisará se dedicar a diferentes fases da criação do gado de corte, como o início da criação, recria, engorda e abate. A seguir vamos explicar melhor cada etapa e dar dicas de como manter o seu gado saudável e como um destaque no mercado.

Etapa de Criação do Gado de Corte

Por criação de gado entende-se o planejamento e cuidado com a reprodução dos animais. Sendo assim, estão no topo da lista de cuidados com os animais a atenção pré e pós natal (pelo menos durante o período de amamentação). O criador deve sempre se atentar para a necessidade de melhorar a qualidade do seu gado constantemente. Isso significa introduzir entre o rebanho indivíduos com características melhores para a reprodução. A técnica de inseminação artificial também é válida nesse processo.

Etapa de Recria do Gado de Corte

Terminada a fase de amamentação, os animais entram na segunda etapa da criação de gado de corte, que consiste no processo de recria. O período de recria é aquele que compreende o desmame até a entrada na idade adulta ou final do processo de amadurecimento do animal. Estando esse animal plenamente desenvolvido, estará apto para a reprodução.

O bom desenvolvimento do futuro rebanho depende dos cuidados assertivos com a alimentação desses animais nessa fase. A dieta precisa contar com os nutrientes adequados para o crescimento e robustez deles na fase de engorda. Observe que um desenvolvimento mal feito durante a etapa de recria compromete a qualidade do gado.

Etapa de Engorda do Gado de Corte

A etapa de engorda é aquela em que os animais recebem uma alimentação com nutrientes específicos, com o objetivo de que engordem. Porém, é essencial que se diga que não se trata apenas de acumular peso e sim de desenvolver uma carne de qualidade. Durante essa etapa, os cuidados do criador devem estar voltados a oferecer ração adequada, bem como qualidade de vida para o gado. De maneira geral, os rebanhos de engorda são compostos por animais com mais de 2 anos de idade.

Dicas dos Principais Cuidados Com Alimentação do Gado de Corte

A nutrição do gado é essencial para que o rebanho se mostre lucrativo futuramente, por isso reunimos dicas especiais sobre a alimentação dos animais durante a fase de engorda.

Balanceamento

A palavra-chave para a dieta dos animais durante a fase de engorda é balanceamento entre os diferentes nutrientes como minerais, açúcares, proteínas, água, gorduras e água. Esses elementos devem estar presentes na alimentação diária dos animais, porém, em quantidades diferentes. O equilíbrio depende do tipo de animal e das atividades que ele realiza diariamente.

O bom aproveitamento dos nutrientes da alimentação se dá através do conhecimento e uso correto dos mesmos na dieta. Esses nutrientes podem ser divididos, basicamente, em duas categorias: água e matéria seca, em que estão inclusas matéria orgânica e mineral. Na matéria orgânica, os animais encontram nutrientes, como lipídios e carboidratos, que lhes fornecem energia, enquanto que na matéria mineral têm acesso a macro e microelementos essenciais para o seu bom desenvolvimento.

Alimentos Concentrados x Alimentos Volumosos

A definição da alimentação do gado de corte também deve levar em consideração os tipos de alimentos, que são os concentrados e os volumosos. Os alimentos que recebem o nome de volumosos são aqueles em que há grande quantidade de fibra bruta em detrimento de energia. Dentre os exemplos mais comuns de alimentos volumosos estão pastagens, restos de culturas, feno, cascas, sabugos, entre outros.

Por sua vez, os alimentos concentrados, são aqueles que têm grande valor energético, mas com pouca fibra bruta. Os grãos de cereais são um bom exemplo de alimentos concentrados que possuem menos de 20% de proteína bruta. Outras opções desse grupo de alimentos são as oleaginosas e os proteicos.

Suplementação de Pastagem

O Brasil é um país que oferece quantidade e qualidade de pastagem satisfatórias durante boa parte do ano. Contudo, nas estações em que o pasto apresenta crescimento menos intenso, é necessário entrar com a suplementação. É importante dizer que nem sempre se faz uma complementação e sim uma substituição de outros tipos de alimentos. Durante a estiagem, o gado recebe menos nutrientes provenientes da pastagem.

Planejamento

Para chegar à culminante fase de abate, é essencial que o rebanho tenha passado pelas etapas anteriores com planejamento. A criação de gado de corte não pode se basear somente em soltar os animais no pasto a esmo esperando que eles se alimentem e engordem. Os criadores não têm nenhuma vantagem nessa criação solta e sem foco. O melhor é trabalhar com profissionais da área de zootecnia que desenvolvam parâmetros para que essa criação se desenvolva da melhor forma possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *