Saiba mais sobre a Equoterapia e algumas vantagens

Equoterapia
Equoterapia – Conheça as vantagens

A equoterapia vem ganhando cada vez mais espaço na área da medicina de reabilitação como um método complementar para restaurar a confiança e o bem-estar de indivíduos que tenham algum tipo de restrição de movimentos em decorrência de doenças ou de acidentes. É importante entender esse processo terapêutico e quais são as vantagens que ele pode oferecer.

A terapia com equinos tem se mostrado uma excelente alternativa em uma grande diversidade de casos clínicos. Ao longo deste artigo, você poderá entender um pouco melhor quando esse tipo de tratamento complementar pode ser bem-sucedido e quais são as vantagens que pode oferecer. 

O que é equoterapia?

Como o nome da técnica indica, trata-se de uma terapia em que são utilizados cavalos para ajudar no processo de reabilitação de pessoas com alguma deficiência física ou até mesmo na superação de problemas emocionais e cognitivos. Basicamente, durante a realização dessa terapia o indivíduo trabalha sua mente e seu corpo a partir de movimentos tridimensionais ou que sejam feitos em três eixos (de um lado para o outro, de cima para baixo ou para frente e para trás).

São gerados diversos estímulos físicos no corpo do paciente durante a sessão de equoterapia, de maneira que uma série de reações acontece. O indivíduo submetido a esse procedimento contrai e relaxa as suas pernas e o seu tronco, a fim de aprimorar suas funções motoras, especialmente o seu equilíbrio. 

Qual a origem da equoterapia?

A equoterapia foi reconhecida como uma técnica terapêutica no ano de 1997, pelo Conselho Federal de Medicina, contudo, o uso de cavalos para o tratamento de problemas físicos e emocionais é realizado há muito tempo. Há registros de mais de dois mil anos desse tipo de tratamento na Grécia Antiga. No livro “Das Dietas”, de Hipócrates (conhecido como Pai da Medicina), o tratamento é mencionado como um restaurador da boa saúde.

A popularização da equoterapia na era moderna se deu após a Primeira Guerra Mundial, o número de soldados que sofreram sequelas físicas e emocionais foi bastante significativo. Como havia muitos cavalos disponíveis, passou a ser indicado como tratamento a realização de cavalgadas. Os resultados positivos obtidos ajudaram a impulsionar a técnica como uma boa aliada para a recuperação física e mental. 

Equoterapia: para quem é indicada?

Em linhas gerais, a equoterapia pode ser adotada como tratamento por qualquer pessoa, criança, jovem, adulto ou idoso. Funciona como uma metodologia complementar para tratamentos de indivíduos com sequelas causadas por acidentes e cirurgias, Síndrome de Down, Esclerose Múltipla, problemas de coordenação motora, doenças de origem genética, atraso maturativo, autismo, deficiência auditiva, entre outros.

Quais são as vantagens de fazer o tratamento de equoterapia?

Abaixo você confere um pouco mais sobre as principais vantagens de fazer o tratamento de equoterapia divididos na categoria de benefícios físicos e benefícios mentais.

Benefícios físicos

1 – Desenvolvimento de musculatura

Montar a cavalo demanda o ajuste constante do equilíbrio, de maneira que o cavaleiro desenvolve a sua musculatura e melhora a sua coordenação motora.

2 – Respiração

Estar em cima de um cavalo contribui para melhorar o processo de respiração, fazendo até com que a pronúncia das palavras fique mais fluida, algo importante para quem tem dificuldades de fala. 

3 – Metabolismo estimulado

Os movimentos realizados ao montar o equino ajudam a acelerar o metabolismo, melhorando a atividade cardiovascular.

4 – Aprendizado motor

Os movimentos de marcha do cavalo se parecem com os realizados durante uma caminhada por uma pessoa. Então, o paciente adiciona esses conhecimentos ao seu corpo, desenvolvendo uma memória muscular. Funciona mais ou menos como se o equino estivesse emprestando seus movimentos para as pernas da pessoa que o está montando, fazendo-a sentir como se seus movimentos tivessem sido restaurados. 

Benefícios mentais

1 – Recuperação da autoconfiança

Estar em cima de um cavalo faz com que a pessoa recupere a sua autoconfiança, pois ela tem a oportunidade de enxergar o mundo de cima. O indivíduo passa a ver o mundo de outro ângulo.

2 – Reconhecimento de suas capacidades

Durante a realização das sessões de equoterapia, o indivíduo consegue se sentir mais confiante porque está em um ponto alto, tendo suas principais percepções e movimentos estimulados. É como se as limitações que antes eram bastante significativas tivessem sua relevância reduzida em meio a aquela experiência. É uma maneira de dizer a si mesmo que tem como superar barreiras ainda mais complexas. 

3 – Superação de medos e inseguranças

Quem precisa se reestabelecer de algum problema físico, psicológico ou cognitivo tem medos e inseguranças bastante desenvolvidos, subir em um cavalo já é um grande passo para superar essas barreiras. O benefício que esse tipo de terapia traz para o emocional do indivíduo é realmente muito grande. 

Gostou de saber mais sobre a equoterapia e seus benefícios? Que tal ficar por dentro de outras novidades no mundo country tão interessantes quanto essa? Continue conferindo os artigos do blog da Rodeo West! 

 

Imagem: https://www.shutterstock.com/