Você Sabe Quais São as Raças Bovinas Mais Populares do Brasil?

Quais são as raças bovinas mais populares do Brasil?
Raças bovinas mais populares do Brasil 

 

A pecuária é uma das bases da economia brasileira e um dos seus pilares de sustentação, e a variedade de raças bovinas criadas em nosso país contribui para essa consolidação. O sucesso financeiro diz respeito à boa variedade e desenvolvimento genético do gado de corte e leiteiro. Para quem deseja investir nesse segmento, é válido conhecer um pouco mais sobre os principais animais disponíveis no mercado.

Raças bovinas: taurinos e zebuínos

É possível dividir os bois em duas categorias: bovinos taurinos (que têm origem europeia) e bovinos zebuínos (que têm origem asiática). O rebanho do Brasil conta com mais zebuínos (80% do rebanho todo) devido ao clima do país, que se mostra mais propício para esse tipo. Os animais zebuínos do Brasil são resultantes do cruzamento com outras espécies, algo que deu origem à melhor genética do planeta.

Conheça as raças bovinas mais populares do brasil

A seguir você poderá saber mais sobre esses animais de acordo com as suas raças. 

Raça Angus

Essa raça bovina taurina é um dos principais destaques no cenário produtivo do Brasil devido a algumas características interessantes, dentre as quais estão: atingir a puberdade e fase de abate mais cedo que outras raças, bem como ter uma carne extremamente macia. O investimento feito por algumas empresas na criação desses rebanhos contribuiu para a sua popularização.

Raça Brahman

Embora tenha chegado ao Brasil há pouco tempo, em 1994, essa é uma raça bovina bastante popular, pelo fato de ser o resultado do cruzamento de Nelore, Cangaian, Guzerá e Sindi. A primeira coisa que reparamos nesse bovino é que ele não possui chifres. Um excelente gado de corte que apresenta coloração em variações de cinza (entre o claro e o escuro) e vermelho. A raça possui proteção natural contra a ação de parasitas e insetos, além de apresentar ganho de peso rapidamente.

Raça Caracu

Pode ser usado como gado de corte, leiteiro ou de tração, sendo de grande ajuda na fazenda, porém, a primeira função é a mais comum. A origem desse boi taurino é portuguesa, tendo sido trazido para o Brasil durante o período da colonização. A pelagem desse animal tem cores que variam do amarelo ao laranja. Possui excelente resistência a parasitas e doenças endêmicas do país. 

Raça Charolês

De origem francesa, é uma das raças bovinas taurinas usadas para dar origem ao gado mestiço, como o Canchim. No Brasil, é um gado muito comum no segmento de corte e tem na coloração da pelagem a sua característica mais marcante, varia entre o tom branco e o creme. As narinas desse boi têm coloração rosada e ele tem excelente resultado ao ser criado em sistema de confinamento.

Raça Gir

Uma das principais raças do segmento de gado leiteiro tem sua origem nas montanhas Gir, na Índia, de onde veio seu nome. A característica que mais se destaca nessa raça bovina é a presença de chifres compridos e que são torcidos para baixo. As orelhas desses animais têm um enrolado diferenciado na parte de cima. Os pelos podem variar da coloração amarela à vermelha, com a presença de pintas.

Raça Guzerá

Essa raça bovina pode ser um bom negócio, tanto no setor de corte como no de produção leiteira. A principal característica do boi guzerá é contar com chifres avantajados e curvados pontiagudos. Uma curiosidade é que essa foi a primeira raça bovina zebuína a ser trazida para o Brasil. Suas características mais marcantes incluem grande resistência ao calor e à seca, além de pelagem que varia em uma escala de cinza.

Raça Indubrasil

De origem brasileira, o Indubrasil é um tipo de bovino que possui pelos nas cores branco, cinza ou avermelhado. O tamanho dos chifres é médio e tem como principal foco produtivo o corte. Trata-se de um cruzamento de raças como Gir, Nelore e Guzerá, que surgiu na década de 1930, na região do Triângulo Mineiro. Dentre as características que destacam esse boi dos demais estão as suas orelhas grandes e o desenvolvimento da sua musculatura.

Raça Nelore

O bovino mais popular do país para corte é, certamente, o Nelore, que possui como principal característica o seu pelo branco com algumas nuances de cinza e que serve como proteção contra os parasitas. É possível identificar esse boi também por seus chifres pontudos, embora existam indivíduos dessa espécie que são mochos (animal sem chifres). Tem boa resistência ao calor e machos e fêmeas podem se manter reproduzindo por um longo período da vida.

Raça Sindi

A variedade Sindi é bastante popular nos estados do nordeste brasileiro, devido a sua boa resistência a locais secos e com pouco pasto. A origem desse animal é a província de Sindi, no Paquistão, motivo para o seu nome. Mesmo criado em condições adversas, dificilmente apresenta perda de peso. Tendo vocação para boi de corte e leite, o Sindi é de pequena envergadura e pelagem avermelhada. Seus chifres são curtos.

Raça Tabapuã

Uma raça reconhecidamente brasileira que foi obtida por meio de cruzamentos de bovinos zebuínos, como Gir, Guzerá e Nelore, com bovinos mochos. Por ter qualidades, como excelente musculatura (o que torna ótimo como boi de corte), está cada vez mais difundido em países da América do Sul. Os pelos variam do branco ao cinza e o animal não conta com chifres. O nome da raça é uma referência à cidade de Tabapuã, localizada no estado de São Paulo, onde foi criada.

Gostou de saber mais sobre as raças bovinas mais populares do Brasil? Que tal ficar por dentro de mais novidades no mundo country? Navegue pelo blog da Rodeo West e confira outros artigos! 

 

Imagem:  http://fazendasavenda.net

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *