Dicas Para Escolher uma Sela Nova

Você sabe quais são os principais critérios que devem ser considerados na hora de escolher uma sela nova para seus cavalos? Se não sabe por onde começar vai gostar de conferir as dicas que listamos a seguir que te farão perceber que se deve pensar muito além da questão financeira. Então que tal começar a fazer a escolha mais assertiva?

5 dicas de como escolher uma sela nova para seus cavalos

Quando chega o momento de comprar uma sela nova para seus cavalos, é fundamental levar em consideração alguns fatores como, por exemplo, o tamanho da peça, o quanto proporciona de conforto ao animal, a finalidade – se é para trabalho ou prática esportiva -, o equilíbrio do cavaleiro entre outros. A seguir, listamos dicas de como fazer essa escolha.

1 – Conforto do cavalo

O primeiro ponto a ser considerado no momento de escolher uma sela nova para seu cavalo é o conforto que ela oferecerá ao animal, lembre-se que é ele quem vai carregar o peso. O uso de uma sela desconfortável acarreta em uma redução de desempenho bem como pode irritar o equino provocando acidentes.

Observe que a sela deve ser apoiada na musculatura lateral dos dois lados do equino, deixando sua coluna vertebral livre. A sela não deve ter contato nem fazer pressão na parte óssea do animal para lhe proporcionar mais conforto. 

2 – Conforto do cavaleiro

O segundo ponto relevante a ser considerado quando se está escolhendo uma sela nova é o conforto que ela oferecerá para o cavaleiro. A posição correta sobre a sela não é que se assemelha a estar sentado numa cadeira e sim aquela que deixa o corpo como se estivesse em pé somente com as pernas flexionadas. A flexão deve ser maior para as modalidades de montaria que usam estribos curtos (como salto, por exemplo) e menor para as modalidades em que a perna alongada é necessária (como no adestramento).

3 – Eixo vertical do corpo do cavaleiro

É crucial que o cavaleiro mantenha o eixo vertical do seu corpo sem que para isso seja necessário um grande esforço. Ao fazer uma escolha pouco criteriosa da sela pode ser que o indivíduo tenha dificuldade de manter essa posição, esse problema pode ser decorrente de loros (as correias de estribos) posicionados muito à frente e ao assento (aquela parte mais funda da sela), inclinada demasiadamente para trás.

4 – Tamanho da sela

Aos compradores de sela de primeira viagem, alertamos que há diferentes tamanhos dessa peça que se adequam melhor aos tipos físicos distintos, considera-se peso, altura e em alguns casos até mesmo a anatomia do quadril do cavaleiro. Geralmente, selas de hipismo são encontradas no tamanho de “17 polegadas” (comprimento do assento cuja medição é feita da parte traseira até uma das laterais da frente da peça). 

O tamanho 17 é entendido como aquele que atende as peças de tamanho médio, contudo, se o cavaleiro for alto ou tiver quadril mais largo pode precisar de um tamanho de 18 polegadas. Se, ao contrário, a pessoa for um pouco menor ou mesmo uma criança o tamanho mais indicado passa a ser o de 16 polegadas. A mesma lógica pode ser empregada para a escolha de selas para atividades de passeio ou trabalho, porém, nesses casos a medida é feita de forma diferente. 

5 – Características importantes de uma boa sela

Além das questões que mencionamos, há alguns critérios práticos que podem ajudar você a saber se está ou não fazendo a escolha mais assertiva de sela. A seguir, vamos apresentar esses tópicos:

– Posição dos estribos

Eles devem estar fixos numa posição em que permitam que o cavaleiro coloque a sua perna em uma posição vertical como se ele estivesse em pé apenas com suas pernas flexionadas (questão que já mencionamos, mas que vale a lembrança). 

– Suadouros

Devem estar apoiados de forma uniforme na musculatura dorsal do equino. 

– Loros

Além das correias dos estribos não estarem posicionadas muito à frente, devem ser feitas de uma tira de couro inteiriça e resistente, não pode ter emendas de costuras.

– Material da sela

A peça precisa ser feita de um couro com boa resistência a estiramento e que não apresente desgaste precoce. 

– Ferragens

Devem ser feitas de metal inoxidável para que sejam bem resistentes.

– Barrigueiras ou cilhas

Observe se possuem espessuras e acabamento adequado para não causar assaduras no cavalo. 

Conclusão

A escolha de uma boa sela para seu cavalo demanda atenção para questões práticas quanto ao conforto do equino e do cavaleiro. Não considere apenas o preço do item para fazer a sua escolha, pois em longo prazo só o que tem qualidade vale mesmo a pena. Lembre-se de que cada cavalo demanda um tipo de sela, especialmente, considerando a atividade a que ele se dedica. 

Gostou dessas dicas de como escolher uma sela nova para seus cavalos? Deixe seus comentários abaixo!