Conheça os principais cortes de carne bovina para churrasco

principais cortes de carne bovina para churrasco

Confira os principais cortes de carne bovina para churrasco (Foto: Reprodução – Fogo Mágico)

Se existe um tipo de evento social que o brasileiro adora organizar certamente esse é o churrasco. Contudo, não basta apenas colocar a carne no fogo para assar, é essencial ter conhecimento a respeito dos diferentes cortes de carne bovina para escolher o que funciona melhor para a recepção dos seus amigos. Então que tal começar a escolher os seus cortes prediletos?

Quais São os Principais Cortes de Carne Bovina Para o Churrasco?

Corte Costela

Um dos clássicos do churrasco brasileiro, o corte de costela, pode ser temperado com composições mais complexas de molhos assim como somente com o bom e velho sal grosso. Se você está em busca de um churrasco com sabor mais poderoso pode até mesmo temperar a sua costela com molho barbecue ou então rechear seus cortes transversais com cebolas. Vale lembrar que esse é um corte que leva mais tempo para cozinhar.

Corte Alcatra

Ao comprar uma peça de alcatra inteira o consumidor pode dividi-la em três partes que são: maminha, picanha e miolo da alcatra (parte central da peça). Uma opção macia e com sabor diferenciado que conta com bem menos gordura. A dica especial para o preparo é cuidar para que não passe do ponto já que leva no máximo 20 minutos para ficar pronta.

Corte Prime Rib

Considerado um dos principais cortes de carne especiais para churrasco, o Prime Rib, possui o osso mantido. Essa carne rica em sabor é retirada da costela bovina, mais especificamente entre a sexta e a décima segunda vértebra. Além de ser apresentado com um visual incomparável essa carne tem um sabor único.

Corte Short Rib

Os churrasqueiros adeptos do uso de carnes nobres costumam gostar bastante desse corte que é também chamado de costela premium. Uma carne muito suculenta e macia que é retirada da parte da frente da costela do boi trazendo junto parte do miolo de acém. Esse corte é mais indicado para ser servido grelhado, nas principais churrascarias premium é uma das carnes mais servidas.

Corte Maminha

Uma carne que apresenta grande maciez pelo fato de ter uma grande concentração de gordura. A melhor maneira de servir essa carne é em fatias, na hora de cortar observe que o corte deve ser feito no sentido contrário ao das fibras da carne. É possível preparar essa carne cortada em fatias finas ou mesmo grelhando. Cuidado apenas para não deixar a carne passar do ponto.

Corte Picanha

O corte que não pode faltar num bom churrasco e que oferece um potencial de sabor ainda mais intenso quando comprada na variação de Angus da Argentina e Uruguai. A escolha de uma picanha de qualidade contribui para deixar o seu churrasco ainda mais gostoso e com um sabor rico.

Corte Bife Ancho (Filé da Costela)

Um corte que está na lista dos principais clássicos de quem adora um bom churrasco e que teve sua origem na Argentina. No Brasil esse corte é também conhecido como filé da costela (é dessa parte da anatomia do boi que ele é retirado), para os norte-americanos essa peça é conhecida como Ribeye Steak enquanto para os franceses é Noix. Trata-se de uma carne com excelente suculência que traz o melhor do churrasco argentino.

Corte Bife de Chorizo

Se a Argentina é uma das nações reconhecidas por sua carne saborosa para churrasco deve muito ao bife ancho e ao bife de chorizo. Ambos cortes são retirados do contrafilé, porém, guardam diferenças significativas entre si como o fato de que o ancho está na parte dianteira e o chorizo na traseira. A gordura da peça de ancho está dentro da carne enquanto que no caso do chorizo se concentra em cima.

Corte Fraldinha

A opção de corte de carne bovina com menos gordura e mais leve, trata-se de um corte pequeno e cujas fibras são longas. Por ser uma carne mais leve pode ser servida junto a acompanhamentos. Uma forma de adicionar mais sabor a peça é temperá-la usando manteiga, suco de laranja, limão, alho e sal. A peça deverá ser enrolada no papel alumínio para que asse mais completamente.

Corte T-Bone

Há algum tempo esse corte era visto como problemático por ser caro e difícil de preparar, contudo, essa ideia preconcebida foi sendo deixada de lado e hoje em dia um churrasco premium precisa ter um T-Bone. O nome do corte se deve ao fato da peça ter um osso em forma T que faz a separação entre o contrafilé e o mignon. A dica para quem quer preparar essa carne é fazê-la grelhada.

Corte Porterhouse

Um corte que pode confundir os churrasqueiros menos experientes, o Porterhouse, também apresenta formato de T assim como o T-Bone, mas uma das principais diferenças é que possui até 1 kg a mais por ser cortado com uma espessura de 32 mm. Essa carne pode ter um aspecto marmorizado e é formado pela combinação de filé mignon e New York Strip. Esse corte possui grande quantidade de carne e boa qualidade.

21Já conhecia todas essas opções de cortes? Qual é o seu preferido?